terça-feira, 24 de janeiro de 2012

Assistência Odontológica é reforçada em 22 estados.

Ministério da Saúde vai investir R$ 3,8 milhões para compra de equipamentos que serão utilizados pelas equipes de saúde bucal em 180 municípios.
Os brasileiros terão mais acesso a assistência odontológica pelo Sistema Único de Saúde (SUS). O programa Brasil Sorridente, do Ministério da Saúde, liberou R$ 3,8 milhões para reforçar a assistência por meio da compra de equipamentos odontológicos destinados ao trabalho das equipes de saúde bucal que foram implantadas este ano. Serão beneficiados 180 municípios em 22 estados.


O coordenador nacional de Saúde Bucal, Gilberto Pucca, afirma que a liberação de recursos faz parte do compromisso assumido pelo governo federal de apoiar a implantação de novas equipes de saúde bucal na estratégia Saúde da Família.
 
“Ampliamos o acesso, mas também garantimos um atendimento de qualidade. O programa investe tanto na aquisição de material quanto no treinamento dos profissionais”, diz Pucca.


A portaria autorizando o repasse foi publicada esta semana no Diário Oficial da União. Os recursos deverão estar disponíveis até o início de 2012.
O valor destinado a cada município é proporcional ao número de novas equipes de saúde bucal formadas e pode ser usado na compra da cadeira odontológica.


Caso o município já tenha adquirido o equipamento com recursos próprios, o valor poderá ser utilizado para aquisição de outros aparelhos ou instrumentais odontológicos, de acordo com a necessidade do atendimento.


As equipes de saúde bucal, integrantes da estratégia Saúde da Família, não fazem apenas o atendimento clínico, como limpeza dos dentes e tratamentos de cáries. Elas também realizam um trabalho de prevenção e de classificação de risco. Com isso, ocorre a racionalização do atendimento, atendendo primeiro quem mais precisa.


A eficiência das equipes pode ser medida no levantamento epidemiológico de saúde bucal realizado em 2010 – Pesquisa SB Brasil – que mostrou melhora dos índices de saúde bucal da população principalmente nas áreas onde há maior cobertura de equipes de saúde bucal.


Em 2011, o Brasil Sorridente implantou 970 novas equipes de saúde bucal. Hoje, existem 21.394 equipes, em 87% dos municípios brasileiros. O cirurgião-dentista foi a categoria profissional que mais cresceu no SUS nos últimos 10 anos.

Fonte: cfo.org.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário